Blog
Lixo Eletrônico
16
Dez
2019
Quais materiais são considerados lixo eletrônico?

Quais materiais são considerados lixo eletrônico?

O lixo eletrônico é um assunto que, felizmente, está cada vez mais em pauta. Isso porque as pessoas estão sendo conscientizadas sobre os malefícios trazidos pelo descarte incorreto deste tipo de material.

 

A contaminação por substâncias presentes no lixo eletrônico pode debilitar a saúde dos seres humanos e animais, além de destruir ecossistemas. Algumas dúvidas podem surgir quando o assunto é discutido e por essa razão, muitas pessoas não sabem como proceder de fato com o descarte dos dispositivos eletrônicos.

 

l37Ie6d7bn0_yTCdG1nRfY8s_R-Z117zdyqiGY6Z


Veja o que é o lixo eletrônico, quais materiais se enquadram na categoria e como realizar o descarte correto deste tipo de material. 
 

O que é o lixo eletrônico?


É considerado lixo eletrônico, todos os tipos de resíduos que são produzidos pelo descarte de equipamentos eletrônicos.

 

De forma simplificada, todos os equipamentos que possuem componentes elétricos, necessitam de algum tipo de carga para funcionar e que será descartado por estar quebrado ou não ter mais utilidade para o usuário, é chamado de lixo eletrônico. 

 

Quais materiais são considerados lixo eletrônico?


Muitos equipamentos que são utilizados no dia a dia e se tornam obsoletos, são considerados lixo eletrônico. A presença deste tipo de aparelho é tão normal que muitas vezes, o descarte é feito junto ao lixo comum e este é um grande erro.

 

A seguir, veja alguns materiais que são considerados lixo eletrônico e, porque, é necessário que o descarte deles seja feito de forma diferenciada e correta.

 

  • Computadores (notebooks e desktops), monitores, CPU, fones, fontes, baterias extras, HDs externo;
  • Telefones Celulares;
  • Baterias
  • Televisores (Tubo, Plasma e LCD);
  • Blu ray player e DVD player;
  • Câmeras Fotográficas;
  • Impressoras;
  • Pilhas e mais!

 

TYu-8ULNjmeRFrDI61tZNR974x2oD1qD-51EZSrjSzgh3p6lFGXzbvGDtiJfWQQdwjvPf6yXkBZsb_0N

 

Todos os equipamentos citados acima, possuem em sua composição substâncias químicas que permitem o seu funcionamento e os torna úteis. Porém, quando em contato com o ambiente essas substâncias podem ser letais. 

 

Quando estão em bom estado de conservação, os aparelhos são bem seguros e confiáveis, tendo as substâncias bem lacradas e isoladas dentro do equipamento. Então não se preocupe com o uso dos materiais no dia a dia. 

 

A partir do momento em que o aparelho é danificado, as substâncias são liberadas trazendo riscos. Este é o momento de realizar a troca dos aparelhos, descartando corretamente o que já não é útil.

 

-7cvAHwibAjBbSEXPi3E_Zdd46m3ZOcwHpHY4xeb


Para que você entenda melhor os riscos das substâncias químicas presentes nos aparelhos, continue a leitura.
 

Prejuízos causados pelo lixo eletrônico

 

Mercúrio, Níquel, Cádmio, Lítio, Chumbo entre várias outras substâncias químicas estão presentes no lixo eletrônico. Todas elas são cancerígenas e não podem ficar expostas ao sol, serem queimadas ou enterradas.

 

O contato das substâncias químicas com o solo, pode deixá-lo infértil. Quando a contaminação ocorre na água, ela se torna imprópria para o consumo, podendo impedir a distribuição e o abastecimento de água em uma região.

 

As pessoas que têm contato com as substâncias podem desenvolver doenças, que afetam o sistema, entre outras partes do corpo, podendo ocasionar até mesmo o câncer.

 

Como descartar corretamente o lixo eletrônico?

 

Existe uma Política Nacional de Resíduos Sólidos que é muito específica em relação ao recolhimento e destinação do lixo eletrônico. A Lei 13.576 determina que os setores adotem um tipo de logística para o recolhimento.

 

Como o lixo eletrônico não pode ser descartado como os outros tipos de lixos, foram criados postos de coletas em locais específicos para que o portador do resíduo eletrônico tenha onde descartar.

 

Esses postos fixos, no entanto, podem ser considerados um problema para as pessoas que possuem a rotina muito corrida e não dispõem de tempo para ir aos locais.

 

Muitos materiais continuam sendo descartados de forma inadequada ou são acumulados em casa.

 

Para essas pessoas que não possuem tempo e para as demais que buscam mais conforto para o descarte, existem no mercado empresas que realizam a coleta de forma gratuita.

 

É necessário enviar somente uma solicitação de coleta para que a empresa responsável retire o lixo eletrônico em sua casa para dar os devidos fins aos materiais, de forma segura e eficiente. 

 

A MG Recicla é uma empresa que presta este tipo de serviço com eficiência e responsabilidade. Para que um representante vá até sua casa, o processo realizado é simples e rápido.

 

É necessário realizar somente dois passos:

 

  • Acessar o site;
  • Clicar no botão "Solicite Coleta Grátis" e pronto. Seu pedido de coleta foi realizado e em breve, o material será recolhido.

Para responder as suas dúvidas mais facilmente, a empresa ainda possui o botão do WhatsApp que permite um contato mais direto. 

 

Entre em contato e solicite já a sua Coleta Gratuita de Lixo Eletrônico!

 

iETEsRg0zkqdIzGayT7rcpMwD1rwB61KwbfdBNYy

 

Comente essa publicação